História
victoriareis1
3

onde eram realizadas e quem dominava as principais rotas comerciais durante o céculo XIV

+0
(2) Respostas
Alinecarol

As Rotas ComerciaisImprimir  As Rotas Comerciais e as Feiras Medievais 0 comercio medieval se realizava em dois níveis: entre as aldeias, castelos e burgos voltados para as necessidades locais como cereais, madeira, instrumentos de ferro, etc; entre o Ocidente e o Oriente, envolvendo artigos de luxo (tecidos finos, especiarias, perfumes, pergaminhos). Duas grandes rotas ligavam toda a Europa. A rota do norte partindo da Inglaterra, se estendia pelo mar do Norte e Báltico, alcançando a Rússia e a Escandinávia. Seus principais centros eram as cidades de Bruges (Flandres) Londres (Inglaterra) e Lubeck (Alemanha), movimentando cereais lã, sal, vidro, armas, ferro, chumbo, corantes e vinho. A rota mediterrânea ligava as cidades italianas aos portos do norte da África (aonde chegavam caravanas árabes do interior do continente, trazendo marfim, ouro em pó, peles e plumas) e do Mediterrâneo oriental, Alexandria e Bizâncio (aonde chegavam especiarias e produtos vindos da índia e da China). Estes importantes pólos comerciais estavam interligados por rotas terrestres e fluviais, através dos Alpes e pelos rios Rodamo, Reno, Danúbio Mosa, Vistula e Dnieper. Ao longo desses caminhos se estabeleciam às feiras medievais, locais onde, em determinadas semanas do ano, se reuniam mercadores vindos das diversas regiões com seus pro dutos variados: especiarias orientais, lãs da Inglaterra, sedas de Bagdá, brocados de Damasco, peles, cereais, madeira, cobre, ferro, estanho, alúmen sal, cerveja, vinhos mel, azeite, tintas.

janemenere

Uma rota de comércio é a sucessão de caminhos e locais de paradas usados para o transporte comercial de carga. As rotas comerciais podem ser estabelecidas por terra ou por água. A escolha da rota a ser utilizada (ou não) por grupos de comerciantes e suas escoltas armadas e de logística, dependeu de um número de fatores a serem analisados, incluindo a situação política e econômica global das áreas a serem atravessadas, o meio de transporte utilizado pelos viajantes, suas habilidades de navegação e conhecimento de geografia (e de meteorologia), bem como das facilidades atuais, rapidez, segurança e rentabilidade de tais viagens.

Adicionar resposta