História
pitanga
12

Quem pode fazer um resumo muito pequeno sobre a Resolução Francesa

+1
(2) Respostas
jamesarruda2011

A Revolução francesa teve seu início em 1789, uma revolução política onde foi destruído o absolutismo e consolidado a hegemonia da burguesia.  destruído o absolutismo e consolidado a hegemonia da burguesia.  A França passava por muitas dificuldades antes da revolução, havia perdido colônias e mercados para a Inglaterra, a indústria era pouco lucrativa, a agricultura estava em crise e os cofres franceses vazios.  Foi dividida em 3 Fases: Queda da Bastilha, que era o marco do poder absolutista; Ascensão dos jacobinos ao poder, onde foi executado Luis XVI e estabelecido o Regime do Terror; a criação do Diretório, onde o poder executivo foi entregue a uma junta de cinco membros, que perseguiam e dizimavam qualquer movimento revolucionário. Após enfrentar uma reação monárquica, recorreram a um jovem general chamado Napoleão Bonaparte, que assumiu o poder na França, colocando fim a revolução.  A situação da França no século XVIII era de extrema injustiça social na época do Antigo Regime. O Terceiro Estado era formado pelos trabalhadores urbanos, camponeses e a pequena burguesia comercial. Os impostos eram pagos somente por este segmento social com o objetivo de manter os luxos da nobreza.  A França era um país absolutista nesta época. O rei governava com poderes absolutos, controlando a economia, a justiça, a política e até mesmo a religião dos súditos. Havia a falta de democracia, pois os trabalhadores não podiam votar, nem mesmo dar opiniões na forma de governo. Os oposicionistas eram presos na Bastilha (prisão política da monarquia) ou condenados à guilhotina.  A sociedade francesa do século XVIII era estratificada e hierarquizada. No topo da pirâmide social, estava o clero que também tinha o privilégio de não pagar impostos. Abaixo do clero, estava a nobreza formada pelo rei, sua família, condes, duques, marqueses e outros nobres que viviam de banquetes e muito luxo na corte. A base da sociedade era formada pelo terceiro estado (trabalhadores, camponeses e burguesia) que, como já dissemos, sustentava toda a sociedade com seu trabalho e com o pagamento de altos impostos. Pior era a condição de vida dos desempregados que aumentavam em larga escala nas cidades francesas.  A vida dos trabalhadores e camponeses era de extrema miséria, portanto, desejavam melhorias na qualidade de vida e de trabalho. A burguesia, mesmo tendo uma condição social melhor, desejava uma participação política maior e mais liberdade econômica em seu trabalho.  A Revolução Francesa (14/07/1789)  A situação social era tão grave e o nível de insatisfação popular tão grande que o povo foi às ruas com o objetivo de tomar o poder e arrancar do governo a monarquia comandada pelo rei Luis XVI. O primeiro alvo dos revolucionários foi a Bastilha. A Queda da Bastilha em 14/07/1789 marca o início do processo revolucionário, pois a prisão política era o símbolo da monarquia francesa.  O lema dos revolucionários era " Liberdade, Igualdade e Fraternidade ", pois ele resumia muito bem os desejos do terceiro estado francês.  Durante o processo revolucionário, grande parte da nobreza deixou a França, porém a família real foi capturada enquanto tentava fugir do país. Presos, os integrantes da monarquia, entre eles o rei Luis XVI e sua esposa Maria Antonieta foram guilhotinados em 1793.O clero também não saiu impune, pois os bens da Igreja foram confiscados durante a revolução.  No mês de agosto de 1789, a Assembléia Constituinte cancelou todos os direitos feudais que existiam e promulgou a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. Este importante documento trazia significativos avanços sociais, garantindo direitos iguais aos cidadãos, além de maior participação política para o povo

gabrielseve

.A Revolução Francesa trata-se do período em que uma série de mudanças foram possibilitadas em território francês, o que alterou de vez a política do país. Os acontecimentos deram início no dia 05 de maio de 1789, e seguiram até 09 de novembro de 1799. A Revolução Francesa é considerada até os dias atuais como um dos mais importantes e revolucionários movimentos de toda a história da civilização, tanto que os seus ideais foram inspiradores para vários outros movimentos em todo o mundo, assim como a própria Inconfidência Mineira, em território nacional.Diferentemente de outros movimentos da época, na Revolução Francesa a participação foi geral: dos podres e desempregados até os comerciantes de pequenos espaços, os camponeses, à nobreza e ao próprio clero, formato pelos abades, bispos, cônicos e pelos sacerdotes com menor poder aquisitivo.A Revolução Francesa foi o grande estímulo para dar-se início à Idade Contemporânea, e certamente uma das maiores vantagens do movimento foi acabar com a escravidão, com os direitos possibilitados pelo feudalismo e com a própria servidão. Sendo assim, a revolução proporcionou maior liberdade, assim como direitos tanto para a sociedade como para os indivíduos em particular.Antes de que tudo isso pudesse acontecer, a França passou por muitos períodos de política turbulenta, como é o caso de governos de império, ditadura e monarquia constitucional.Os motivos que levaram à Revolução FrancesaHá de se dizer que não foram poucos os motivos que levaram à revolta popular. O primeiro aspecto capaz de gerar o movimento foi a própria crise financeira que afetava o país antes de seu início, já que o país estava em constante declínio econômico.Por outro lado, a França se envolveu na Guerra da Independência dos Estados Unidos, assim como tomou partido (e acabou sendo derrotada no episódio da Guerra dos Sete Anos. Isso fez com que os motivos se tornassem ainda maiores para a insatisfação geral dos franceses.No ano de 1789, antes da guerra, a economia francesa estava abalada pelo fato de que mais do que a metade de toda a população atuava nos trabalhos do campo, e fatores como a inundação, clima e secas pioravam de uma forma cada vez mais agravante. Dessa forma, a agricultura se tornou mais cara tanto no campo como nas cidades, e a população começou a passar por problemas envolvendo miséria e fome.Por outro lado, o povo ainda tinha que bancar com todos os luxos do primeiro e segundo estado. Mas, foi graças aos ideais do iluminismo que a população deu início a sua revolta, o que levou à luta pela igualdade na lei.Quando a Corte de Luís XVI estava no controle da França, os custos e finanças foram levados às alturas. Isso foi o marco para que a população clamasse pelo fim do absolutismo monárquico, assim como com todos os privilégios que eram possibilitados ao clero e principalmente à nobreza.A divisão da Revolução FrancesaA Revolução Francesa seguiu no território por 10 anos, dando início em 1789 e marcando o seu fim em 1799. Dessa forma, ela foi dividida em quatro diferentes estágios, sendo que cada uma delas conta com características próprias.• A primeira fase foi a da Assembleia Constituinte. Essa ocorreu entre 9 de julho de 1789 e 30 de setembro de 1791;• O segundo período foi o da Assembleia Legislativa, que deu seu início em 8 de outubro de 1791 e seguiu até 7 de setembro de 1792;• Já a terceira fase foi marcada pela Convenção Nacional, que durou entre o dia 20 de setembro do mesmo ano até 26 de outubro de 1795;

Adicionar resposta